Mulher do jogo:

Regina Pereira

A defesa do FC Famalicão esteve em destaque ao apontar o primeiro tento do encontro, com um cabeceamento. Para além disso, a camisola 12 das famalicenses foi certeira nas ações com bola e apontou um bom trabalho defensivo.

Em cima:

Pressão famalicense

A formação comandada por Jorge Barcellos entrou pressionante e condicionou, desde cedo, a saída de bola das forasteiras. Esta pressão permitiu a recuperação de bola em zonas altas e transições ofensivas perigosas para a baliza defendida por Nyla Peterkin.

Muitas oportunidades de golo

Durante o encontro, ambas as equipas beneficiaram de boas ocasiões para alterar o marcador. No primeiro tempo, as famalicenses viram, por duas vezes, o poste impedir o golo. Na segunda parte os postes voltaram a negar o tento, mas desta vez à equipa comandada por António Martins Silva.

Em baixo:

Defensiva do Lank FC Vilaverdense:

As jogadoras mais recuadas da equipa vilaverdense não fizeram um bom jogo e protagonizaram erros individuais. O segundo e o terceiro golo da formação da casa surgiram, devido à desatenção e passividade da defensiva do Lank FC Vilaverdense.

Recorde aqui as incidências da partida.