Mulher do jogo: Vanessa Marques

O ataque arsenalista esteve em maior destaque ao longo da partida, com as melhores e mais certeiras oportunidades de golo. Um dos principais rostos dessa acutilância ofensiva foi Vanessa Marques, que abriu o marcador e o caminho para o triunfo arsenalista.

Em cima:    

Pressão e Eficácia bracarenses:

A turma comandada por João Marques entrou forte na partida e condicionou, desde início, o jogo da equipa de Vila Verde. Melhores oportunidades de golo, várias recuperações de bola, mais pontapés de canto e mais eficácia nos cabeceamentos foram algumas das estatísticas que ditaram o resultado final. A dupla Vanessa Marques e Andreia Norton esteve em destaque na partida pela sua cumplicidade enquanto jogadoras.

Persistência do Länk FC Vilaverdense:

Apesar das dificuldades em chegar à área da baliza adversária, as jogadoras da casa não baixaram os braços e tentaram por várias vezes remates fora da área na tentativa de alcançar o golo. Todavia, o esforço não se refletiu em golos.

Em baixo:

Defensiva do Länk FC Vilaverdense:

As jogadoras da casa sentiram maior dificuldade em cortar as bolas que chegavam à sua área, com muitas perdas de bola e faltas assinaladas. Os erros a nível individual também se fizeram sentir.

Foras de jogo do SC Braga:

Por algumas vezes, as jogadoras bracarenses caíram na armadilha fora de jogo. A equipa bracarense apontou um golo que foi invalidado devido a posição irregular, num caso bastante ilustrativo desta nuance.

Recorde aqui as incidências da partida.