Homem do jogo: Paulo Ferreira

O jogador português tem sido importante nos jogos da turma de CR Candoso e desta vez, não foi diferente. Começou a titular na partida e foi o responsável pela inauguração do marcador, num golo de extrema importância que deu a vantagem à equipa visitante, aos oito minutos. Além disso, foi responsável pela assistência para um dos outros golos da partida.

Em cima:

Golo de Paulo Ferreira

O golo importante de Paulo Ferreira constituiu um dos melhores momentos da partida para a equipa de São Martinho de Candoso, numa altura de superioridade por parte da equipa visitante.

Desejo e ambição da equipa de Braga

Outro aspeto positivo a destacar na partida, desta fez a favorecer a equipa da casa, foi o desejo e a ambição que demonstraram ao longo dos 40 minutos, ainda que, por muito tempo, estivessem em desvantagem. A busca pelo golo foi incessante, o que fez com que o jogo tivesse sido equilibrado.

Em baixo:

Falhas ofensivas bracarenses

Um ponto negativo para a turma da casa foram as falhas no processo de construção, com alguns problemas ofensivos e no equilíbrio do jogo. Essas mesmas falhas originaram, muitas vezes, contra-ataques perigosos por parte do adversário.

Passividade da equipa treinada por Henrique Passos

É possível também salientar, um ponto negativo para a formação de Guimarães, apesar da vitória. No início do segundo tempo da partida, os homens da equipa visitante estavam um pouco desinspirados e passivos devido à vantagem no marcador, aspeto esse que deixou algum espaço para a equipa da casa tentar a sua sorte e converter isso num golo de empate.

Recorde aqui as incidências da partida.