O misterioso filme Memories of Murder foi lançado oficialmente a 2 de maio de 2003. A complexa história  retratada desenvolve-se à volta de vários crimes de violação e assassinato arrastados sem conclusão por décadas numa pequena província sul-coreana.

A narração da história inicia-se em 1986 em Hwaseong, quando surgem diversos casos de violações de jovens mulheres seguidos dos assassinatos das mesmas de uma forma extremamente cruel e macabra. Perante os acontecimentos e aparecimento dos corpos dão-se intensas investigações, primeiramente pelos detetives da polícia Park Doo-man e Cho Yong-Koo.

Inicialmente, as suspeitas dos crimes caíram num jovem com deficiência mental e ambos os detetives tentaram retirar informações deste de uma forma violenta, principalmente por parte de Cho. Então é assim que se dá a chegada de um detetive do departamento de polícia de Seul para ajudar a resolver o grande mistério que tomava conta daquela pequena terra, o detetive Seo Tae-yoon. Ao iniciar a sua ação enquanto detetive do caso, Seo constata que o jovem sob suspeita era incapaz física e mentalmente de cometar tais crimes com as suas próprias mãos.

Com o surgimento de vários outros crimes, os detetives começam por delinear as características que todas as vítimas tinham em comum: usavam vermelho numa noite chuvosa, mas, além disso, uma jovem polícia revela que na rádio local tocava sempre a mesma canção nas noites em que se davam os assassinatos. Mais um detalhe acerca do predador é fornecido por uma sobrevivente dos ataques que afirma que as mãos deste eram suaves.

Aquele que também é realizador de “Parasitas” (2019), Bong Joon-ho, parece ter iniciado a sua carreira da melhor forma possível, com “Memories of Murder” sendo um êxito no seu país de origem. A obra cinematográfica revelou-se um sucesso, possivelmente, devido à imensidão de detalhe em todas as cenas, bem como o simbolismo carregado em vários planos que fazem relação com o caso verídico em que esta produção se baseia. Desde o detalhe e atenção atribuídos tanto aos cadáveres encontrados, como a alternância com episódios do dia-a-dia dos inspetores fazem com que toda a longa-metragem se encaixe perfeitamente e de forma equilibrada, sem haver exageros ou exaustões em relação a todo o mistério que pairava na pequena terra. Ademais, é de realçar ainda a excelência de todo o elenco que consegue retratar com tanto realismo toda a história e assim envolver o público em todo o mistério retratado.

Na generalidade toda a produção é extremamente bem produzida não só em aspetos técnicos e de produção, mas também em relação ao elenco e história retratados com tanto realismo e minuciosidade, permitindo qualquer indivíduo ficar fascinado por todos estes aspetos. Memories of Murder foi só o começo para uma carreira de grandes produções produzidas por Bong Joon-ho.