Mulher do Jogo:

Raquel

O ataque famalicense esteve em maior destaque ao longo da partida, com mais e melhores oportunidades de golo. Um dos principais rostos dessa força ofensiva foi Raquel, que abriu o marcador e conseguiu desbloquear o encontro.

Em cima:

Pressão e Linha ofensiva Famalicense

A turma comandada por Jorge Barcellos conseguiu dominar encontro e criar melhores oportunidades de golo. Várias recuperações de bola, mais pontapés de canto e mais eficácia nos cabeceamentos foram algumas das estatísticas que ditaram o resultado final.

Persistência Vilaverdense

A turma minhota, mesmo em desvantagem, conseguiu dispor de algumas oportunidades e nunca baixou os braços. Até final, as vilaverdenses estiveram sempre na tentativa de reduzir a desvantagem e de empatar o encontro numa segunda instância.

Em Baixo:

Defensiva do Länk FC Vilaverdense

As jogadoras visitantes sentiram maior dificuldade em cortar as bolas que chegavam à sua área, com muitas perdas de bola e faltas assinaladas. Os erros a nível individual também se fizeram sentir e foram relevantes para o desfecho do encontro.

Finalização Famalicense

A equipa do FC Famalicão desperdiça muitas oportunidades, o que lhe podia ter custado os três pontos no final do encontro.

Recorde aqui as incidências da partida.