Os resíduos a recolher devem ser separados e colocados em ecobags.

Na próxima segunda-feira, dia 7 de fevereiro, o Município de Guimarães vai executar um projeto de recolha piloto seletiva multimaterial porta-a-porta. Esta iniciativa vai ser feita, inicialmente, em 250 casas da paróquia de Urgezes, por meio da entidade gestora Resinorte.

Segundo o município, este projeto de recolha vai decorrer ao longo de várias fases, promovendo a lógica de reciclagem no concelho. O sistema de recolha porta-a-porta abrange papel, cartão, embalagens de plástico e metal. À exceção do vidro, todos os restantes materiais devem ser colocados em sacos fornecidos pela entidade Resinorte (Ecobags), os quais podem ser levantados de segunda a sexta durante a tarde. As recolhas têm lugar às segundas e sextas, a partir das 20h.

No decorrer desta primeira fase, serão abrangidas seis ruas em Urgezes: Rua Francisco Santos Guimarães, Rua comendador Manuel Pereira Bastos, Rua padre Alexandre Neves, Rua Carlos de Oliveira, Rua Jerónimo de Almeida e Urbanização da Cerca Nova.

Com o objetivo de sensibilizar os cidadãos e prestar mais informações relativas à recolha, esta quarta-feira, dia 2 de fevereiro, inicia-se a campanha de sensibilização “Agora separar os resíduos é ainda mais fácil”. Assim, o município minhoto eleva a importância da reciclagem e procura contribuir para uma maior sustentabilidade no país.