Minhotas não conseguiram dar resposta ao domínio encarnado

Na tarde deste domingo, disputou-se, no Estádio 1º de Maio, o encontro entre o SC Braga e o SL Benfica, relativo à nona jornada da Fase de Apuramento de Campeão da Liga BPI. As minhotas não conseguiram contrariar o domínio benfiquista e saíram derrotadas por 2-0.

Depois de uma primeira volta infeliz, as minhotas procuravam vingar o resultado e somar a quarta vitória para a competição. No entanto, a primeira parte não correu de feição para a equipa da casa, que se viu em dificuldades em sair para o ataque, com muitas bolas perdidas.

Foi a formação benfiquista a deter a primeira oportunidade flagrante do encontro. Ana Vitória conduziu o ataque para os pés de Cloé Lacasse, mas Patrícia Morais estava atenta e conseguiu intervir na recarga. Novamente, ao minuto 12, esteve à vista o golo por meio de Valéria, porém a guarda-redes arsenalista foi capaz de travar o remate.

Entre as várias oportunidades criadas pelas encarnadas, destacou-se, ao minuto 40 uma intervenção de Inês Maia, que conseguiu travar o primeiro golo do duelo, após uma defesa concedida por Patrícia Morais.  No entanto, apesar da boa cobertura defensiva, as minhotas não conseguiram contrariar a supremacia encarnada e o golo não tardou a surgir. Clóe Lacasse, um dos motores ofensivos, aproveitou a recarga de Valéria e carimbou o 1-0 para as forasteiras.

Mesmo reduzida a dez unidades, com a expulsão de Francisca Nazareth, o forte caudal ofensivo da formação benfiquista permitiu dilatar o resultado, por intermédio de Ana Vitória. As bracarenses saíram para o intervalo com uma desvantagem por 2-0.

Nos minutos iniciais do segundo tempo, assistiu-se a um maior controlo de bola e consequente coesão ofensiva do lado braguista. No entanto, Filipa Ribeiro, recém chamada a jogo, foi expulsa do encontro com o segundo amarelo exibido e ambas as formações ficaram em igualdade numérica.

Depois da expulsão, as Gverreiras do Minho demonstraram fragilidade, repetiram a tendência do primeiro tempo e não conseguiram criar nenhuma situação de perigo evidente na baliza adversária. Novamente, as lisboetas passaram a dominar o encontro, sem dar espaço à formação de João Marques sair para o ataque.

Jéssica Silva entrou na partida e rapidamente criou uma situação de perigo evidente na baliza arsenalista, ao obrigar Patrícia Morais a debruçar-se, por duas ocasiões, para desviar o esférico. Lu Pinheiro foi também lançada na partida para substituir Patrícia Morais. Em cima dos descontos, Marta Sintra, isolada, quase fez o terceiro para as benfiquistas, mas o resultado não se alterou até ao final do encontro.

Com este resultado, o SC Braga desce para a sexta posição da Fase de Apuramento de Campeão da Liga BPI. No próximo jogo, as minhotas recebem o Clube de Albergaria. O duelo tem início às 15h00 do dia 16 de abril.

Recorde ainda: SC Braga conquista Taça da Liga frente ao SL Benfica