A parceria pretende ajudar pessoas carenciadas e combater o desperdício alimentar.

A BragaHabit, empresa municipal de habitação de Braga, vai doar os excedentes das refeições dos jardins de infância e escolas primárias ao projeto Virar a Página. A iniciativa visa combater o desperdício na gestão de recursos e, em simultâneo, apoiar pessoas em situação de vulnerabilidade social e económica. O protocolo foi assinado na terça-feira por ambas as partes e vai ser posto em prática a partir de 19 de abril.

Carlos Videira, administrador da BragaHabit, adiantou à RUM que a parceria “está em condições de avançar na próxima semana e que vigorará até ao final do ano letivo”. Revelou que, depois disso, o protocolo é “renovável automaticamente no próximo ano, se as partes concordarem, dependendo apenas da delegação de competências que seja feita pelo município nesta área”. “Desta forma, podemos promover a responsabilidade social, uma boa gestão dos recursos e a economia circular”, acrescentou o responsável.

A decisão de colaborar apenas com uma entidade está relacionada, segundo o administrador, com o facto de “facilitar o processo logístico de transporte das refeições”. A BragaHabit garante, em articulação com o Município de Braga, o transporte dos excedentes para as instalações indicadas pelo projeto Virar a Página.

Este ano letivo, a BragaHabit está encarregue pelo fornecimento de refeições escolares em nove jardins de infância e 15 escolas primárias. No total, são servidas mais de 1500 refeições por dia.