Num jogo a contar para a jornada 29 da Liga Bwin, o Vitória SC recebeu o FC Porto no Estádio D. Afonso Henriques. Num jogo bem disputado, a vitória tombou para o lado dos dragões que venceram pela margem mínima de 0-1.

O jogo perspetivava-se bem disputado e logo ao minuto três surgiu a primeira oportunidade do encontro. Pepê conseguiu isolar-se, mas o defesa vitoriano tirou o pão da boca ao extremo do FC Porto. Ao minuto 14 foi Fábio Vieira a ameaçar a baliza da equipa da casa, num remate de longe que passou perto da baliza de Bruno Varela.

Pouco tempo depois, Otávio com um passe em profundidade isolou Medhi Taremi que foi derrubado no interior da grande área adversária pelo guardião do Vitória SC. Grande penalidade que foi convertida com sucesso precisamente pelo jogador iraniano, que fez assim o 0-1 para os dragões. Logo no minuto seguinte, Taremi podia ter bisado no encontro, mas no cara-a-cara com Bruno Varela atirou por cima.

Ao minuto 39, foi a vez da turma da casa criar perigo, através de uma bola parada que sobrou para Óscar Estupiñán que, em cima da baliza de Diogo Costa, atirou ao lado. Logo de seguida, nova ameaça dos vitorianos. Rochinha, numa jogada individual, puxou para o meio e rematou com a bola a passar perto do poste esquerdo da baliza portista. Sem mais ocasiões a registar, o resultado ao intervalo era um a zero favorável ao FC Porto.

Logo no início da segunda parte, excelente combinação entre Otávio e Pepê que terminou com um remate perigoso do camisola 11 portista à malha lateral. Ao minuto 60, Fábio Vieira fez um passe a rasgar, Taremi ficou no cara-a-cara com o guardião vitoriano e foi mais uma vez derrubado na grande área da equipa da casa. Na conversão do castigo máximo, desta vez, o iraniano permitiu a defesa a Bruno Varela.

Os visitantes, pouco depois, voltaram a criar perigo na sequência de uma bola parada. Cruzamento efetuado do lado esquerdo por parte do lateral Zaidu e Pepe conseguiu um bom cabeceamento, mas Bruno Varela encaixou o esférico.

À passagem do minuto 80 deu-se um momento marcante no jogo. Óscar Estupiñán cometeu uma falta que lhe valeu a segunda cartolina amarela e consecutiva expulsão do encontro. Ainda assim, ao minuto 87 Mumin teve tudo para empatar a partida, na sequência de um pontapé de canto, onde apareceu completamente sozinho ao segundo poste, mas não conseguiu introduzir a bola na baliza dos dragões.

Até ao final do encontro o Vitória SC conseguiu chegar à baliza adversária, mas sem nenhuma ocasião clara de golo à semelhança do que foi tendência na segunda parte. Em cima do minuto 90, novamente a dupla Otávio e Pepê a combinar na linha, com a bola a chegar a Galeno que, totalmente sozinho na área, atirou por cima da baliza.

Com este resultado o Vitória SC mantém-se no sexto lugar e desperdiça a oportunidade de encurtar distâncias para o quinto posto. Na próxima jornada, a turma vitoriana tem um jogo importante na luta europeia, onde vai receber o FC Paços de Ferreira.

Recorde ainda: Vitória SC vence dérbi minhoto diante do Moreirense FC