O empreendimento desenvolve-se no âmbito do projeto “Excentricidade”.

A Câmara Municipal de Guimarães vai implementar residências artísticas em quatro freguesias do concelho – Moreira de Cónegos, Pevidém, Ronfe e na União de Freguesias de São Salvador e Briteiros Santa Leocádia. O objetivo é aproximar a comunidade dos artistas.

A iniciativa enquadra-se no projeto de descentralização cultural “Excentricidade”, que está a ser elaborado em conjunto com as Juntas de Freguesia e Redes de Parceiros Locais. Em comunicado à imprensa, o vereador da Cultura, Paulo Lopes Silva, referiu que “era necessário chegar mais longe no trabalho desenvolvido no território e isso é possível envolvendo ainda mais a comunidade”. “Além de um espetáculo que é apresentado, queremos que fique algo mais e decidimos transformar o projeto com a criação de residências artísticas assente num trabalho profundo com a comunidade”, acrescentou.

De acordo com o vereador, o objetivo é levar os artistas a locais onde habitualmente não estão, de modo a proceder ao “levantamento da cultura local tradicional”. Paulo Lopes Silva frisou também a vontade de “transformar o projeto em algo mais rico e participado”, garantindo que vai continuar a existir programas culturais que sejam capazes de dar resposta às necessidades do território.

“Excentricidade” já se encontra nas freguesias de Barco, Brito, Caldelas, Moreira de Cónegos, Pevidém, Ponte, Ronfe, São Torcato e na União de Freguesias de Briteiros São Salvador e Briteiros Santa Leocádia.