O regresso do grupo feminino sul coreano Girls’ Generation foi marcado a sete de janeiro de 2009. O EP Gee apresenta uma pequena seleção de títulos que produziram um gigantesco impacto em todo o mundo do K-POP.

À data de lançamento, o grupo dava os primeiros passos após a estreia em agosto do ano anterior que prometeu desde logo um futuro repleto de sucessos.  A listagem dos títulos é iniciada com “Gee”, hoje conhecida como uma das músicas mais icónicas da Coreia do Sul e da sua indústria musical. Destaca-se pelo refrão repetitivo que dá nome à própria música. Além de ser o típico refrão “chiclete”, a melodia é toda ela atraente ao ouvinte, fazendo clara referência aos sons mais típicos daquela época específica – energéticos.

De seguida surge “Way to go“, aquela que podemos comparar à típica música de abertura de um anime.Neste caso, a presença mais notável é a guitarra elétrica no background, que passa exatamente essa sensação de que estamos prestes a ver um desenho animado japonês. Em total oposição temos “Dear Mum“, uma balada emocional, com um ritmo lento e muito direcionada para um humor específico, seja ele triste ou apenas mais relaxado. Relata especificamente a saudade da figura materna e todas as memórias existentes com ela.

Destiny“, a quarta faixa, tem o mesmo estilo de “Gee“, com a diferença de que o refrão não é tão repetitivo e que esta não se tornou uma das músicas mais conhecidas do grupo. Apesar de ser a típica música de K-POPdo final dos anos 2000, não tem a sua essência de se prender na mente do ouvinte, o que tanto pode ser prejudicial quanto benéfico, dependendo dos gostos de cada pessoa.

“Let’s talk about love”, por sua vez, encerra o leque da melhor forma possível: com a melodia suave de um pop energético e tipicamente “bubbly” que o grupo já levava, em 2009, como sua marca. Em suma, é justo afirmar que este EP retrata perfeitamente a essência definida pelas Girls’ Generation logo com o seu debut, com o seu bubbly-pop e ritmos energéticos a fazerem contraste com as baladas suaves e relaxantes.