O projeto pretende dar apoio às dificuldades que muitas famílias bracarenses encontram durante as férias letivas.

O município bracarense vai implementar um programa de ocupação de tempos livres para as férias letivas, dirigido a crianças com deficiência e necessidades específicas. A iniciativa foi apresentada por Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, na reunião do Executivo Municipal, na última segunda-feira, dia 27 de junho.

O autarca lamentou tratar-se de uma “questão estrutural que não se cinge apenas aos períodos das férias escolares”. Constatou ainda que as respostas dadas aos cidadãos portadores de deficiências são “insuficientes” e que estas são da responsabilidade do “Estado Central”. Uma vez que isso não acontece, o presidente salientou que “o trabalho desenvolvido pelo tecido social e associativo e também pelos municípios através das respostas que vão sendo criadas”.

Nesse sentido, Ricardo Rio sublinhou os esforços do município em articular com diferentes parceiros sociais, como a Segurança Social. A ação visa, em conjunto, encontrar uma solução que acolha as crianças e jovens com necessidades específicas durante as férias. “Já no passado alocamos mais recursos do que aqueles que constavam do nosso rácio de financiamento do ministério da Educação, precisamente para apoiar este tipo de respostas”, explicou.

Ainda assim, o autarca entende que essa resposta não é suficiente, pelo que garantiu “desencadear medidas para dar respostas quer para os períodos de interrupção letiva, quer para o período de aulas”. O objetivo é criar uma “solução duradoura e contínua”.

Com vista a atuar já neste verão, a autarquia reuniu com os pais e com as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho. Dessa forma, é possível o apuramento do número de vagas, assim como das condições logísticas e humanas disponíveis para dar uma resposta efetiva. A falta de recursos humanos com formação na área vai ser contornada através do recurso a bolsas do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).