O atleta foi o 22º na prova de 800 metros livres masculinos.

Esta segunda-feira, José Paulo Lopes terminou a sua prestação nos Mundiais de Natação de Budapeste. O bracarense acabou a prova dos 800 metros livres masculino no 22º lugar, com o tempo de 8.14,40 minutos.

O Gverreiro do Minho, que já havia ficado nos 30 melhores do mundo na prova de 400 metros livres, conseguiu fazer melhor nos 800 metros ao ficar mais próximo do top 20. Foi a melhor marca da época de José Paulo Lopes, nesta categoria.

No entanto, a marca foi insuficiente para atingir o acesso ao europeu de Roma. Contudo, para o seu treinador, Luís Cameira, “este é um ano claramente pós olímpico e o José Paulo Lopes está numa fase de transição na carreira”, justificando as consequências que sentem os atletas com o ‘peso olímpico’.

Portugal terminou, assim, a sua participação no que diz respeito à natação pura, com a participação de José Paulo Lopes e de Diana Durães, também ela minhota, que foi 11ª classificada nos 1500 metros livres femininos. No entanto a equipa lusa ainda vai estar presente na vertente de natação artística e na de águas abertas.