Homem do jogo:

Adrían Marín

O espanhol estreou-se pelos galos diante da ex-equipa, onde demonstrou ter bom domínio de bola e conseguiu obter sucesso nos duelos aéreos. O defesa esquerdo quase faturou o primeiro golo para os gilistas e espera-se que seja uma futura promessa para a equipa.

Em cima:

Kadile

Com apenas 19 anos, o jovem famalicense foi uma peça importante no decorrer da primeira etapa do dérbi. Logo nos primeiros segundos por pouco não conseguiu converter em golo, o primeiro tento da partida. Com passes certeiros, o jogador conseguiu criar evidentes situações de perigo.

Alex Millán

O jogador foi um dos nomes mais pronunciados no encontro, pela qualidade da sua prestação. Protagonizou jogadas decisivas no encontro, dando muitas dores de cabeça a Danilo.

Em baixo:

Kevin

O avançado espanhol não esteve ao ritmo que se é costume assistir. Apesar de ter boa iniciativa individual, o jogador protagonizou passes muito demorados que atrasaram à dinâmica do jogo. Para além disso, alguns dos passes em zonas decisivas saíram fora do enquadramento, acabando com a jogada.

Ataque gilista na segunda parte

Foram várias as bolas perdidas no ataque e a inexistência de intensidade ofensiva. Protagonizavam-se muitos passes, mas os jogadores demoravam muito tempo para concluir a jogada, dando tempo para o adversário afastar o esférico do perigo.

Tempo de jogo desperdiçado

Ao longo de todo o encontro, foram muitos os momentos em que a partida foi interrompida. Faltas assinaladas, equipamentos a necessitarem de ser substituídos e demora em repor a bola dentro das quatro linhas. De acordo com as estatísticas, dos 90 minutos apenas 52 foram de tempo útil, número que é importante refletir.

Recorde aqui as incidências da partida: