Bracarenses apresentam caras novas para atingir os objetivos desta época.

O SC Braga prepara-se agora mais uma época na Liga BPI. Após na época transata as Gverreiras do Minho terem conquistado a Taça da Liga, neste ano fizeram uma revolução no plantel para conseguir alcançar mais troféus nesta temporada.

Na época 2021/2022, a turma de Braga conseguiu a conquista de um título. Agora, depois da equipa ter sido reforçada, o novo treinador Gonçalo Nunes não quis especificar os objetivos em títulos. Antes preferiu constatar que “o primeiro objetivo é ter a equipa o mais competitiva possível e nas decisões”. Depois refere que “é um projeto muito vincado no presente e no futuro” e por fim argumenta que “o mais importante é que toda a gente usufrua e que goste de ser Braga”.

Relativamente ao plantel, foram até ao momento anunciadas 14 novas caras minhotas nas hipóteses de Gonçalo Nunes. Isabel Peixeiro, Beatriz Rodrigues, Leah Lewis, Marie-Aurelle Awona, Paula Fernandes, Nicole Nunes, Joline Armani, Tânia Rodrigues, Vital Kats, Caroline Kehrer e Beatriz Fonseca são alguns dos nomes já anunciados pelo clube minhoto. Ao todo são 27 as jogadoras disponíveis para o timoneiro bracarense.

Braga Feminino plantel

Ao nível das saídas a de maior importância foi a perda da internacional portuguesa Andreia Norton. A média portuguesa é sinónimo de grande precisão de passe, distribuição de jogo e golo. Andreia Norton rumou às atuais campeãs do SL Benfica. Outra saída importante foi a da central Diana Gomes, também ela internacional portuguesa. A central rumou ao campeonato espanhol para o emblema do Sevilla FC.

As Gverreiras Minhotas têm marcado o arranque na Liga BPI, para o próximo domingo, 11 de setembro, às 15h. O encontro vai ser contra o Amora FC, no reduto do emblema de Setúbal, e espera-se uma boa estreia minhota.

Recorde ainda: SC Braga: a época 2021/22 em três jogos