Homem do Jogo: Vitinha

Uma vez mais decisivo. O jovem avançado do Braga tem estado em excelente forma e os últimos dias têm-lhe corrido de feição. Depois de na quinta-feira ter marcado o golo da vitória frente ao Union Berlin, hoje saiu do banco para desatar um nó muito complicado. Cada vez mais uma pedra basilar dos bracarenses e cada vez mais a piscar o olho à seleção nacional.

 

Em cima: 

Ricardo Horta

Parece estar a voltar a entrar nos trilhos. Nos primeiros jogos da presente temporada parecia pálido, depois do mais do que conhecido episódio em que foi protagonista. No entanto, o camisola 21 parece estar de pedra e cal no SC Braga e assinou a boa exibição com um grande golo que sentenciou a partida.

Matheus

Há guarda-redes que valem pontos. Podia ter sido uma noite para esquecer quando não foi capaz de suster o remate de Samu ao minuto 59. No entanto, o golo acabou invalidado e o guardião bracarense foi decisivo com um par de defesas de grau de dificuldade muito elevado. Em particular, impediu o golo do empate ao cair do pano com uma estirada à altura só de um guardião de grande craveira.

 

Em baixo: 

Primeira parte do Vizela

Não seria expectável que o a estratégia de Álvaro Pacheco para o encontro não fosse a da aposta num bloco baixo a tentar sair em transição sempre que possível. No entanto, o FC Vizela, ao longo do primeiro tempo, falhou redondamente no segundo parâmetro, não tendo conseguido importunar Matheus de forma alguma.

Simon Banza

Não que tenha feito uma má partida, mas voltou a não conseguir marcar. Se começou a temporada a marcar nos quatro primeiros encontros, agora leva outros quatro em branco. O balanço geral continua a ser muito positivo, mas não seria expectável uma queda abrupta na sua fonte de golos, até porque o SC Braga continua a somar vitória atrás de vitória.

Recorde aqui as incidências da partida.