Minhotos atingem esta fase pelo segundo ano consecutivo

O Estádio Municipal António Augusto Martins Pereira recebeu, este sábado, o duelo entre o SC Braga e o Clube de Albergaria para os quartos-de-final da Taça de Portugal 2022/23. As bracarenses conseguiram superiorizar-se às adversárias e venceram por uma bola a zero, garantindo assim o passaporte para a próxima fase da competição.

Como já era expectável, as Gverreiras do Minho assumiram as rédeas da partida desde o primeiro minuto. Contudo, este domínio minhoto não resultou em mudanças no marcador, uma vez que a equipa da casa dificultou bastante o trabalho ofensivo das minhotas. Isto levou a que, na primeira meia-hora da partida, ainda ninguém tivesse balançado as redes da baliza adversária.

No entanto, o esforço das minhotas foi recompensado ao minuto 33, quando Ana Rute abriu o marcador para as arsenalistas, após uma bela jogada de Vitória Almeida, cujo remate sofreu um desvio da guarda-redes. A bola sobrou para Ana Rute que só teve de encostar para marcar o primeiro e único golo do encontro.

Na segunda parte, as minhotas controlaram a vantagem e a defesa conseguiu anular a ofensiva adversária. Esta superioridade da formação minhota anulou qualquer oportunidade de empate do Clube de Albergaria, mantendo a vantagem mínima até ao apito final da árbitra Telma Frade.

Com esta vitória, o SC Braga volta a vencer em Albergaria, seguindo assim para as meias-finais da Taça de Portugal 2022/23. O próximo encontro das arsenalistas será a receção ao FC Famalicão, numa partida relativa à 1ª mão da meia-final da Taça da Liga Feminina na próxima quarta-feira, às 15H00, no Estádio 1º de Maio.