Midnight Motel é uma série tailandesa lançada entre dezembro de 2022 e fevereiro de 2023, pela maior emissora de entretenimento do país, a GMMTV, veiculado pelo seu canal de Youtube. A série reflete problemas de desigualdade social e poder da Tailândia e estrela atores como Off Jumpol, Jan Supasap, Mond Tanutchai e Louis Thanawin, conhecidíssimos no país pelos seus projetos anteriores da mesma emissora.

A série desenvolve-se no motel de Mote, irresponsável, endividado e envolvido em esquemas com gangs perigosos, é o rececionista do motel dos avós onde conhece Kat, uma prostituta que depende do rico e manipulador Sun. Os seus serviços de prostituição cobrem as suas despesas visto que se encontra completamente abandonada no mundo.

Quando Mote se aproxima de Kat ambos decidem elaborar um plano para a ajudar a libertar-se de Sun ao mesmo tempo que procuram liquidar as despesas de Mote. Nesse sentido, convencem o amigo, Doy, que é um perito de serviços digitais a criar uma plataforma de prostituição.

Essa app seria um match entre prostitutas e homens de alto valor que procuravam serviços discretos e sigilosos. A aplicação faz com que o trio se envolva numa rivalidade absoluta com Sun que começa a perder prostitutas no seu negócio e com a família de um empresário rico que recorre aos serviços de Kat resultando no seu misterioso homicídio.

Midnight Motel revela-se revolucionária em todos os sentidos: na abordagem das personagens, no desenvolver do arco narrativo, e especialmente nos assuntos que cobre de uma forma muito realista e crua. A série desenvolve-se sem pretensões de criar eufemismos a assuntos tão polémicos como a prostituição, desigualdade social, falta de oportunidades, especialmente considerando a hierarquia mais vincada de um país ainda conservador em muitos aspetos.

A prostituição torna-se um dos principais pilares da narrativa visto que tudo se circunda a uma aplicação que pode salvar Kat e Mote das suas vidas conturbadas através da prostituição. Como o tema se torna um dos estruturantes da narrativa constitui também uma critica social e ao mesmo tempo uma representação daquilo que a prostituição traz às mulheres.

Kat revela ser uma personagem extremamente perturbada pela vida, pelo abandono e abuso parental. Por outro lado, Mote, apesar de gerir o motel dos avós, envolve-se em esquemas pela sua condição irremediável de pobreza. Ambos são personagens extremamente bem construídas que encontram um no outro a esperança de uma vida melhor. O seu desenvolvimento enquanto personagens singulares e enquanto uma dupla mostra-se dos pontos mais altos de Midnight Motel.

Por outro lado, o “vilão” seria Sun que acaba por se mostrar uma personagem igualmente perturbada pelas suas memórias devido a abuso familiar e as condições de pobreza com que cresceu. Agora rico, continua extremamente infeliz e à procura de algo que seria impossível de comprar: o amor verdadeiro de alguém. Essa esperança de amor encontra em Kat que não tem sentimentos recíprocos por ele, pelo contrário. Nesse sentido, o espectador consegue relacionar-se com Sun, mesmo com o seu pobre caráter e não consegue propriamente identificá-lo como o vilão.

Mesmo Kat e Mote são personagens cinzentas, isto é, moralmente questionáveis. Todos os protagonistas são cheios de defeitos e com atitudes questionáveis, que criam um sentimento de empatia com quem assiste a série. Por outro lado, por não existirem os estereótipos associados a heróis ou vilões, as personagens assumem diferentes facetas ao longo do desenvolvimento da narrativa de acordo com os seus ímpetos e situações. Isto faz com que a série apresente personagens moralmente questionáveis, em situações difíceis que procuram fazer tudo aquilo que estiver ao seu alcance para se libertarem delas.

Doy, o amigo do Mote e eventualmente de Kat, revela ser a única personagem responsável e sem atribulações de maior, propõe-se a ajudá-los em fieldade ao seu amigo Mote. É das personagens contrastantes da narrativa.

Midnight Motel representa de forma bem explicita as hierarquias de poder na Tailândia com a relação entre Sun e Kat ou Mote e os seus cobradores. É também representativo da pobreza social generalizada que pode levar as pessoas a entrarem em caminhos obscuros e quase sem retorno. É uma história comovente, intrigante e uma das mais interessantes da sua emissora. Pelo seu teor diferenciador, torna-se também uma das séries pioneiras do país a abordar questões do género.

Uma das suas melhores características é também a sua cinematografia. O uso de cores predominantemente mais quentes em situações mais intensas e as cores saturadas que descrevem a narrativa são dos destaques de Midnight Motel, que contrariam as cores que costumam ser exploradas em séries da emissora. Revela ser uma série que destoa da GMMTV enquanto produtora, mas essa diferença é marcada pela positiva e é o que a torna tão interessante.