Os Famalicenses foram eliminados na primeira fase da competição.

O FC Famalicão recebeu, este domingo, o CF Os Belenenses para a primeira fase eliminatória da Taça da Liga. Num jogo que se mostrava renhido, a equipa forasteira acabou por ver a sua equipa reduzida no final da partida, sofrendo um golo poucos minutos depois.

Às 18h00 deste domingo, o apito ecoou no Estádio do Restelo à ordem de Fábio Melo, declarando assim o início da partida. Bastaram 14 minutos para o placar abrir, com um golo dos Azuis do Restelo, com autoria da nova contratação, Cain Attard, assistido por Chima Akas.

O jogo seguiu-se bastante equilibrado, com remates fortes de ambos os lados, não sendo a superioridade no marcador refletida no campo. A pouco mais de meia hora de jogo, o capitão Riccieli, com uma assistência de Justin de Haas, empatou o jogo. Assim, as equipas regressaram ao balneário com a partida empatada por uma bola.

Vindos do intervalo, ambos os emblemas pareciam prontos para lutar pela passagem à próxima fase da competição, procurando saídas rápidas e manter a posse de bola. Aos 61 minutos, Akas, que mais cedo tinha assistido para o primeiro golo da partida, deu a vantagem à formação de Bruno Dias, após uma assistência de Romano.

Com o resultado de volta às mãos dos rivais, o emblema minhoto iniciou uma mudança de tática, iniciando as substituições de forma a procurar reverter o resultado a seu favor. Com a vontade de vencer a correr pelas veias dos onze jogadores do FC Famalicão, bastaram seis minutos para que conseguissem empatar a partida, com um golo de Cádiz, assistido pelo espanhol Martín Aguirregabiria.

A partida voltou, então, a estar empatada, e os minutos que seguiram este golo foram cruciais para definir o fim do mesmo. Este tempo foi usado pelos técnicos de ambas as formações para procurar uma tática que os favorecesse em relação ao rival e os levasse à segunda fase eliminatória. Com diversas substituições, o tempo começava a ser curto e nenhuma das equipas parecia conseguir chegar ao golo.

O tempo regulamentar terminou e, no primeiro minuto do tempo adicional, Gustavo Sá recebeu o seu segundo amarelo, sendo expulso e deixando a sua equipa com menos um jogador em campo nesta fase em que o resultado ainda não estava decidido. Os jogadores ainda se queixaram, mas Fábio Melo não alterou a sua decisão.

Doze minutos após o fim do tempo regulamentar, depois de um toque da bola no braço de Rúben Lima na grande área, foi concedido um penálti à formação lisboeta. Duarte Valente, rapidamente converteu a grande penalidade, marcando assim o golo da vitória da equipa da casa e, consequentemente, eliminando os Famalicenses da competição.

Com esta derrota, o FC Famalicão despede-se agora da Taça da Liga, voltando à competição na próxima época. O emblema minhoto vai, no dia 13 de agosto, deslocar-se a Braga onde defrontará o SC Braga, marcando o início da sua caminhada no Liga Betclic.

Recorde ainda: FC Famalicão à procura dos palcos europeus