Projeto-piloto funciona com um sistema de pontos, atribuídos aos utilizadores, que depois podem trocá-los por dinheiro a gastar no comércio local.

O Projeto Reactivity Braga – Diversidade e Sustentabilidade, lançado ontem pelo Município de Braga, é uma iniciativa que, com o apoio do EIT Urban Mobility e a parceria no desenvolvimento com a Associação Empresarial de Braga (AEB) e os Transportes Urbanos de Braga (TUB), vem premiar aqueles que utilizam os transportes públicos, a bicicleta ou andam a pé. O projeto de mobilidade urbana assenta na remuneração e ludificação no incentivo ao uso de modos de locomoção sustentáveis.

Na sessão de apresentação do Reactivity Braga, que decorreu no início da tarde de ontem, Olga Pereira, vereadora da Câmara Municipal de Braga, destacou o autocarro como a “espinha dorsal” do projeto, tendo em conta a parceria com os TUB. A autarca lembrou ainda que o Reactivity Braga resulta de uma candidatura ao EIT Urban Mobility e surge na sequência do Bicification, “um outro projeto que desenvolvemos no ano passado e que teve resultados muito positivos que nos motivaram a fazer uma nova candidatura”, explicou.

Já Rui Marques, diretor-geral da AEB, classificou o projeto como “uma excelente iniciativa”, que mais uma vez despertou o interesse dos comerciantes locais. O empresário elogiou ainda “o trabalho que tem vindo a ser feito pelo município no sentido de promover uma transformação na mobilidade urbana”. Por sua vez Teotónio dos Santos, administrados dos TUB, expressou o “total comprometimento” da companhia na “promoção de uma mobilidade cada vez mais sustentável”.

De modo a promover a adesão ao Reactivity, os TUB vão permitir que os participantes possam adquirir os passes com 75% de desconto, ficando assim uma coroa com o custo de 3,50 euros e a rede geral por 7 euros mensais ao longo do projeto. “Todos os autocarros vão estar equipados com um sensor que vai detetar a presença do telemóvel dos aderentes no veículo. Por cada cinco minutos de utilização será dado um crédito de 0,30 euros, que depois podem ser utilizados nas lojas aderentes”, anunciou.

“O objetivo é claro e passa por acelerar a transição que já está em curso”, observou o administrador dos TUB sobre a promoção. O projeto, que iniciou ontem, tem a duração de três meses e admite a inscrição até 500 pessoas. Para participar no Reactivity, os bracarenses têm de preencher o seguinte formulário: https://bit.ly/3OmOn4s.