“O amor da minha vida quer morrer”. Esta é a primeira frase de um livro repleto de intrigas, romance e tristeza. Apaixonei-me pela Esperança conta a história de Sam e os seus quatro amigos no hospital, enquanto tentam enganar a morte e recuperar a vida que nunca chegaram a ter devido aos seus problemas de saúde.

Gurman Agency LLC

Lancali (pseudónimo da autora) escreve com uma beleza natural, como se as palavras simplesmente lhe saíssem para o papel. A autora cria uma obra realmente bonita de se ler, mesmo tendo um enredo triste e doloroso.

Apesar de algumas passagens iniciais relembrarem filmes ‘clichês’, o resto da obra refuta essa ideia e conquista o leitor completamente. Todas as personagens, cada uma com o seu temperamento e sonhos próprios, deixam um quentinho no coração, sendo impossível não se apegar a elas. O livro faz o leitor sentir-se parte do grupo e que está realmente com eles a viver a adrenalina de fugir sem destinomas apenas porque é a única via da felicidade.

Para além disso, a autora descreve tanto os dias bons como os dias maus, sem nunca amenizar o sofrimento pelo qual as personagens passam. Por essa razão, este livro apresenta vários tópicos sensíveis, não sendo aconselhado a todos os leitores.

“Acho que o pior sentimento no mundo é dizer a alguém que estás em sofrimento e ouvi-los dizer que não há cura”

Tudo o que as personagens querem é viver uma vida normal e lutar contra a doença que as afeta todos os dias. É por isso que estão constantemente a sair e a entrar no hospital, à procura de uma aventura pela frente, com roubos ocasionais em lojas de conveniência. No entanto, o que desejam mesmo é afastar-se daquele sítio que os atormenta todos os dias. Por isso planeiam uma fuga para uma vida melhor, juntos.

Apaixonei-me pela Esperança é uma leitura verdadeiramente boa. As emoções felizes e tristes são despertadas muitas vezes, simultaneamente. Toca em lugares que poucas obras o fazem, adquirindo uma importância singular.

A obra é o primeiro livro de Lancali, que já está no processo de escrever outro romance,  parcialmente baseado na vida pessoal da autora. Apaixonei-me pela Esperança não é apenas uma história de romance entre adolescentes doentes.  É uma história sobre perda, luto e aceitação perante a morte. É difícil de imaginar que algo tão doloroso pudesse ter sido escrito de uma maneira tão bonita, mas Lancali conseguiu atingir esse patamar.

“Mas o medo é apenas uma sombra grande com uma coluna pequena”