A superioridade na primeira parte foi a chave para a vitória.

Neste domingo, dia 22 de outubro, realizou-se o embate entre LGC Moncarapachense e Vitória SC, no Estádio do Algarve, a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal. O jogo ficou marcado pelo mau tempo que levou à interrupção do mesmo, à passagem da meia hora.

Logo ao terceiro minuto, o Vitória SC apresentou um sinal mais, por parte de João Mendes. O médio de 29 anos recebeu um cruzamento vindo da direita e rematou para uma grande resposta por parte de Igor Bissoloti.

O vento estava a favor da turma minhota e os cruzamentos pareciam ser a solução mais efetiva para criar perigo junto da baliza adversária. Foi dessa forma que, ao 13º minuto, surgiu o primeiro golo minhoto, na sequência de um pontapé de canto de Tiago Silva para a pequena área. Depois de uma grande confusão na área, a bola foi ter com o central Tomás Ribeiro que, em cima da linha, só teve que encostar.

O segundo tento dos conquistadores surgiu apenas seis minutos depois, de novo na sequência de uma bola parada. Desta feita, Tomás Händel cobrou uma falta lateral que, apesar de ainda um pouco distante da área, fez com que a bola permanecesse intocável até embater nas redes adversárias, estabelecendo o 0-2 no marcador. Pouco depois, os vimaranenses voltaram a ampliar o resultado, através de Jota Silva. A defesa caseira não conseguiu tirar uma bola perdida na sua área, e a mesma foi ter com o avançado vitoriano, que rematou ao ângulo superior esquerdo.

Aos 27′, surgiu mais um lance de grande perigo da turma vitoriana. Um cabeceamento, teoricamente, de fácil defesa, acabou por passar por Igor Bissoloti, com a bola a permanecer em cima da linha de baliza, até que um defesa limpou o perigo.

Depois da interrupção de cerca de 45 minutos, devido a problemas climatéricos, o jogo retomou com um grande poderio ofensivo por parte do Vitória SC, que em ocasiões consecutivas, enviou duas bolas aos ferros da baliza da turma de Moncarapacho. Pouco depois, os algarvios conseguiram um penálti por intermédio de Eduardo Sousa, que o converteu com muita frieza. Bola para um lado, e o guarda-redes para o outro.

Em cima do intervalo, Tiago Silva foi expulso depois de uma entrada dura sobre o adversário e a turma de Álvaro Pacheco teve que aguentar toda a segunda metade com menos um. A segunda parte desta partida foi pautada pelos combates no meio-campo, não havendo muitas situações de possível golo, mantendo-se o 1-3 até ao fim do confronto.

Com este resultado o Vitória SC avança para a quarta eliminatória da Taça de Portugal. O próximo jogo dos conquistadores está marcado para este sábado, dia 28 de outubro, pelas 18:00, no Estádio D. Afonso Henriques, contra o Chaves, a contar para a nona jornada da Liga Portugal Betclic.