Os minhotos tentaram disputar o jogo, mas a qualidade do adversário foi soberana.

Neste domingo, dia 28 de janeiro, realizou-se pelas 18h o embate entre as formações do Famalicense AC e do Sporting CP. Esta partida contou para a 15ª jornada do Campeonato Placard de Hóquei em Patins e terminou com uma vitória fácil da turma lisboeta.

 

Os famalicenses até entraram melhor na partida introduzindo a bola na baliza adversária, logo aos dois minutos de jogo, mas o golo foi anulado por falta ofensiva. A resposta leonina surgiu cinco minutos depois, quando Henrique Magalhães passou o esférico para João Souto que foi em velocidade na direção do ataque e marcou o primeiro golo do jogo.

 

A turma de Vila Nova de Famalicão saiu ainda mais prejudicada quando logo a seguir, Hugo Costa recebeu o cartão azul, tendo que se retirar de imediato do terreno de jogo. Ao minuto 16 o próprio Hugo Costa voltou a ver o cartão azul, após falta dura sobre o adversário.

 

Essa infração originou um livre direto, sendo chamado à cobrança João Souto. O número 44 dos visitantes não perdoou e alterou o placar para 0-2. Poucos minutos depois foi a vez de Gonzalo Romero brilhar. O argentino em ação individual fletiu para dentro e marcou um grande golo.

 

O espanhol, Ferran Font, não ficou nada atrás do argentino e sozinho furou a defensiva adversária, marcando mais um fantástico golo a favorecer ainda mais, o resultado para os forasteiros. O quinto tento dos visitantes surgiu por intermédio do próprio Ferran Font, que fez o bis em apenas dois minutos. O jogador do Sporting CP apareceu junto à baliza, para responder a um grande passe de Romero.

 

Logo no segundo minuto da segunda metade os leões ampliaram ainda mais o marcador, através do número 87, Facundo Bridge. Aos 29 minutos, Bridge voltou a marcar, aproveitando uma cratera na defensiva adversária e rematou a contar para o  0-7 sportinguista.

 

À passagem da hora de jogo, mais um jogador da turma famalicense foi sancionado com cartão azul. Desta vez foi o número 25 Rafael Almeida, que acertou com o stick na cabeça do adversário.

 

Ao minuto 40 surgiu a resposta, mesmo que tardia, do conjunto da casa. João Candeias puxou para dentro, girou sobre o adversário e marcou um excelente golo.

 

Os lisboetas após terem sofrido pela primeira vez na partida continuaram superiores no jogo, tendo, três minutos depois, alcançado mais um livre direto, com a chegada dos minhotos às dez faltas na partida. O mesmo foi convertido de forma exímia por Ferran Font, que marcou o hat-trick na partida.

 

A última vez que o esférico foi introduzido na baliza, foi por intermédio da equipa da casa. Carlos Dias ficou no cara a cara com o guardião e contornou-o, fazendo o 2-8. Este foi o resultado final do encontro entre os dois conjuntos.

 

Com esta derrota o Famalicense AC situa-se na 11ª posição da tabela classificativa, com 12 pontos. Os minhotos irão defrontar na próxima partida o GRF Murches fora de portas. Este jogo tem data marcada para o dia três de fevereiro, pelas 16h, e contará para a jornada 16 do Campeonato Placard de Hóquei em Patins.