Os minhotos somaram o terceiro jogo consecutivo sem vencer no campeonato.

Na tarde deste domingo, o OC Barcelos recebeu e perdeu frente à UD Oliveirense. Numa partida a contar para a 15ª jornada do Campeonato Placard, a falta de eficácia junto à baliza contrária castigou o conjunto minhoto.

No prato mais forte da jornada, a UD Oliveirense entrou mais forte, mas a equipa da casa rapidamente se estabilizou e cresceu no encontro, forçando o guardião adversário Xano Edo a exibir-se a um bom nível. Aos 12 minutos, Luís Querido e Lucas Martínez embrulharam-se junto à área aveirense, resultando numa penalização com um cartão azul para cada lado.

Contra a corrente do jogo, aos 18 minutos os forasteiros chegaram à vantagem. O argentino Facu Navarro conduziu pela direita, serviu Diogo Abreu, que entregou a Bruno Di Benedetto, e este encostou para o 0-1.

No último minuto da primeira parte, o atleta barcelense Santiago Chambella viu o cartão azul. Na conversão do livre direto, Conti Acevedo saiu da sua baliza e evitou a tentativa de golo de Lucas Martinez.

No regresso dos balneários, os oliveirenses aproveitaram a superioridade numérica para dilatar o resultado. No primeiro minuto, Lucas Martinez recuperou a bola numa zona adiantada do terreno e serviu Facu Navarro que, à segunda tentativa, fez o 0-2.

Dois minutos depois, Nuno Santos viu a cartolina azul. No livre direto, o guarda-redes Xano Edo evitou a tentativa do minhoto Alvarinho picar a bola por cima de si. No minuto a seguir, os barcelenses reduziram a desvantagem. Numa jogada de posse e insistência junto à área contrária, Miguel Rocha finalizou ao primeiro poste para o 1-2.

À passagem do minuto oito, Xano Edo foi admoestado com o cartão azul após uma falta sobre Rampulla. O habitual guarda-redes suplente Diogo Alves brilhou, defendendo a grande penalidade de Miguel Rocha. Ao minuto nove, foi a vez do treinador Paulo Freitas ser advertido com a cartolina azul.

O relógio assinalava dez minutos quando o guardião da casa Conti Acevedo travou um penalti de Marc Torra. Num espaço de um minuto, os unionistas aumentaram duas vezes a contagem. Aos 12, numa jogada de três para dois, Facu Navarro saiu pela direita, tocou para o corredor central, onde estava Lucas Martinez, que assistiu Diogo Abreu (1-3). Já aos 13, o argentino Facu Navarro arrancou da direita para o centro, e fez o 1-4.

O conjunto barcelense aproveitou o apoio da sua massa associativa para tentar diminuir o marcador. No último minuto, Rampulla construiu uma jogada na asa direita ofensiva, entregando a Miguel Rocha, que fixou o placar final em 2-4.

Após este resultado, o OC Barcelos permanece no sexto lugar, com 24 pontos contabilizados. No próximo sábado, dia 3 de fevereiro, os barcelenses viajam até Turquel, para defrontar os locais, às 21h00.