Megan Jovon Ruth Pete, conhecida popularmente como Megan Thee Stallion, comemora o seu aniversário hoje, 15 de fevereiro. Famosa por hits como “Cry Baby”, “Thot Shit” e “Cognac Queen”, a rapper americana é vista por muitos como uma grande estrela em ascensão na indústria musical da atualidade.

Rich Furry/Getty Images

Nascida no Texas, Megan começou a escrever raps ainda pequena, aos seus 14 anos. Apesar disso, a artista esperou até aos 21 para seguir carreira na música, uma vez que as suas letras eram sexualmente sugestivas para a sua pouca idade. Alguns anos depois, a cantora despertou a atenção de produtores musicais com os seus vídeos de estilo livre, que se tornaram populares em redes sociais como o Instagram.

Nos seus vídeos, um clipe da artistas a lutar contra oponentes do sexo masculino em uma espécie de cifra tornou-se viral nas plataformas digitais, garantindo uma maior visibilidade para Megan. Foi assim que, em 2018, a artista assinou com a 1501 Certified Entertainment e conseguiu alavancar a sua carreira com o lançamento de algumas músicas. Em novembro de 2018 Megan Thee Stallion anunciou aos fãs que havia assinado com a 300 Entertainment, tornando-se a primeira mulher a assinar com a gravadora.

“Cash Shit”, com participação de DaBaby e “Hot Girl Summer”, com Ty Dolla Sign e Nicki Minaj, tornaram-se rapidamente virais nas plataformas midiáticas. Os singles foram muito bem recebidos pelos amantes de música, recebendo uma certificação quádrupla de platina pela Recording Industry Association of America (RIAA). Além disso, atingiu a posição 11 na Billboard Hot 100.

Megan Thee Stallion quebrou diversos recordes e conquistou duas músicas no topo da Billboard Hot 100: “Savage Mix”, sua colaboração com Beyoncé, e “WAP”, com Cardi B. Com estas canções, a cantora ganhou dois Grammys por Melhor Performance de Rap e Melhor Canção de Rap, atingindo os mercados internacionais nas paradas como a Billboard Global 100.

Dando vida aos seus maiores projetos, Good News, o seu primeiro álbum de estúdio, foi lançado também em 2020. Com grande sucesso comercial e de críticas, a cantora tornou-se a primeira artista feminina a lançar três músicas no primeiro lugar da Billboard 200 dentro de um ano. O lançamento do álbum também coincidiu com o seu quarto single “Body”, que alavancou os números da rapper e ajudou a vender mais de 100.000 cópias do seu disco. Com tamanho sucesso, Megan foi nomeada pela revista Time como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo em sua lista anual.

Em 2021, Thee Stallion foi homenageada como uma das Mulheres do Ano da Glamour, durante o Posty Fest. Ainda nesse ano, a artista ganhou três prémios no AMA (American Music Awars), saindo da premiação com o maior número de vitórias da noite, juntamente com Doja Cat e BTS.

Após retomar os seus estudos, Megan formou-se em Administração de Saúde na Texas South University, em dezembro de 2021. Foi neste momento da sua jornada pessoal que a artista foi homenageada com o 18º Prémio Herói do Distrito Congressional do Texas, graças a todos os seus esforços filantrópicos em Houston.

Sua colaboração com Dua Lipa, “Sweetest Pie”, também atingiu o topo das paradas dos streamings musicais. O destaque de Megan na indústria musical contribuiu para a sua aparição surpresa no 94º Oscar, onde se apresentou ao lado de vários artistas e se tornou a segunda rapper mulher a atuar na premiação. Aclamada pela crítica, a sua apresentação com uma canção da trilha sonora do filme Encanto foi considerada mágica.

O segundo álbum de estúdio da cantora, Traumazine, foi lançado no ano seguinte e trouxe uma reviravolta na carreira de Thee Stallion. A baixa divulgação do projeto causou grande insatisfação à artista, que entrou com uma segunda ação judicial e concretizou a rutura oficial com a gravadora.

Nos seus trabalhos mais recentes, a artista estrelou o filme musical A24, Dicks: The Musical, baseado no off-Brodway Fucking Identical Twins. O seu último destaque cabe à sua participação especial na trilha sonora da adaptação musical de Mean Girls, com sua canção original “Not My Fault” junto a Reneé Rapp.

Com uma carreira recheada de elogios, prémios e aclamações, Megan Thee Stallion provocou uma revolução na participação feminina no rap, inspirando jovens a seguirem os seus sonhos. Com o seu talento e distinção artística, a artista é considerada uma das vozes da geração e promete muitos sucessos que ainda virão pela frente.