O empate selou o terceiro jogo consecutivo sem perder do Gil Vicente FC.

Na deslocação a Rio Maior, recorde-se que tem sido casa emprestada do Casa Pia AC, o Gil Vicente FC empatou. Numa partida disputada para a 24ª jornada da Liga Portugal Betclic, os galos apresentaram fragilidades na etapa ofensiva.

Face ao empate em casa frente ao FC Porto a uma bola, o técnico Vítor Campelos lançou o mesmo onze para este duelo. Inicialmente, os gilistas assumiram o controlo das ações do jogo, todavia não conseguiram materializar a sua posse de bola em situações de golo.

Apenas aos 20 minutos surgiu a primeira ocasião de golo, digna desse nome. Num livre lateral na direita, cobrado por Murilo Sousa, Mory Gbane cabeceou ao primeiro poste para uma intervenção vistosa de Ricardo Batista.

A falta de discernimento marcou os momentos de jogo até aos 45 minutos. Nesse instante, Nuno Moreira atirou ao poste da baliza contrária, contando com a ajuda de um desvio de Gabriel Pereira. Na segunda investida, o extremo dos gansos rematou fraco para as mãos de Andrew.

No regresso das cabines, a escassez de jogo junto às balizas perdurou. Do lado barcelense, somente Félix Correira, aos 63 minutos, tentou alterar o rumo dos acontecimentos. O guarda-redes casapiano fez uma mancha para impedir a felicidade do dianteiro cedido pela Juventus.

Já o conjunto de Gonçalo Silva só conseguiu criar perigo aos 77 minutos e por duas vezes quase seguidas. Primeiro, Leonardo Lelo bateu um livre tenso na direita, que foi resolvido a soco por Andrew.  30 segundos depois, os protagonistas repetiram-se e o desfecho também. O ala esquerdo tentou a sua sorte, todavia, o guardião gilista voltou a responder a um bom nível.

Depois deste empate, o Gil Vicente FC ascende, provisoriamente, ao oitavo posto da classificação, com 27 pontos averbados. No próximo dia 11 de março, os galos recebem o penúltimo classificado, o GD Chaves. O jogo tem pontapé de saída agendado para as 20h15.