O desaire frente ao FC Arouca compromete a luta do SC Braga pelo pódio.

No regresso à Pedreira, o SC Bragaperdeu frente ao FC Arouca. O duelo contou para a 28ª jornada da Liga Portugal Betclic e foi preenchido pela apatia do conjunto minhoto.

Com a saída inesperada de Artur Jorge para o Brasil, Rui Duarte foi encarregue de terminar a atual temporada. A partir de 2024/2025, Daniel Sousa, atual treinador do FC Arouca, vai ser o técnico bracarense. Por esse motivo, um clima de tensão entre as duas equipas perdurou durante a semana.

Quanto ao jogo em si, o SC Braga teve mais bola nos instantes iniciais. Tirando o golo anulado a Roger Fernandes por posição irregular, os arsenalistas tiveram dificuldades para criar oportunidades. O susto fez com que os lobos de Arouca acordassem para o início de uma exibição deslumbrante.

As transições vertiginosas e a rápida reação à perda da bola por parte dos arouquenses, anularam por completo a estratégia minhota. Entre os 25 e os 28 minutos, o poste e o guardião Matheus evitaram as tentativas de golo de Cristo, Jason e Mújica. Um minuto depois, na sequência de um canto curto, Jason cruzou para a pequena área, onde apareceu Serdar Saatçi a desviar o esférico para a própria baliza, fazendo o 0-1.

A partir do golo, os forasteiros empolgaram-se e chegaram com facilidade ao segundo. Aos 34 minutos, Cristo lançou Mújica na profundidade, o goleador espanhol contornou o guarda-redes adversário e não desperdiçou. Até ao intervalo, o melhor que os braguistas conseguiram foi uma investida de Abel Ruiz, prontamente negada por Arruabarrena.

Para os últimos 45 minutos, o estreante Rui Duarte apostou as fichas todas no ataque, trocando Abel Ruiz e Joe Mendes pelos tecnicistas Ricardo Horta e Álvaro Djaló.

À passagem do minuto 50, os caseiros introduziram a bola nas redes adversárias. Contudo, Banza cometeu uma infração sobre Robson Bambu, o que levou João Gonçalves a invalidar o tento.

Tal como era espectado, os bracarenses aumentaram os índices de pressão sobre o oponente, empurrando-o para o seu meio-campo defensivo. As iniciativas de Bruma, Roger Fernandes e Banza esbarraram em De Arruabarrena, que se revelou muito seguro nas redes arouquenses.

Através de contra-ataques venenosos, os visitantes iam pondo em sentido os minhotos. Aos 78 minutos, o guarda-redes braguista impediu o bis a Mújica. Em cima do minuto 90, o goleador espanhol chegou mesmo a esse feito, traindo Matheus com um desvio propositado num disparo de Jason.

Após esta derrota por 0-3, o SC Braga mantém-se no terceiro posto da classificação com 56 pontos. Na próxima jornada, os gverreiros do Minho viajam até Cascais, para enfrentar o GD Estoril-Praia. A partida está calendarizada para o dia 13 de abril, às 20h30.