Image

About Maria Mirra Gonçalves

Redatora na secção de Crítica. Estudante do 1.º ano da licenciatura em Ciências da Comunicação da Universidade do Minho.
Latest Posts | By Maria Mirra Gonçalves
Tempo de Fuga: a revolta social contra a opressão
6
1 mês ago

Tempo de Fuga: a revolta social contra a opressão

“Hoje matei um homem. É com dificuldade que escrevo esta sentença: matei um homem”. Deste modo cruel e transparente, Amadeu Lopes Sabino introduz-nos à  sua mais recente obra. Publicada em …
Read More

#Arquivo | Olhos azuis, cabelo preto: o retrato visual da ausência
9
3 meses ago

#Arquivo | Olhos azuis, cabelo preto: o retrato visual da ausência

Olhos azuis, cabelo preto fala-nos de personagens anónimas que podiam ser qualquer pessoa, mas não são ninguém. Escrito em 1986, por Marguerite Duras, a obra compacta em si uma realidade …
Read More

A Cidade de Vapor: uma obra com sabor de despedida
8
6 meses ago

A Cidade de Vapor: uma obra com sabor de despedida

A Cidade de Vapor é uma obra póstuma de Carlos Ruiz Zafón, publicada em novembro de 2020. A coletânea de contos surge como um complemento da saga O Cemitério dos …
Read More

Bela: a poesia como um grito da alma
6
8 meses ago

Bela: a poesia como um grito da alma

Bela, de Ana Cristina Silva é uma biografia ficcionada de Florbela Espanca. A obra publicada em outubro de 2020 é caracterizada pelo intenso estado de alma angustiado e trágico da …
Read More

#Arquivo | Mataram a Cotovia: a fatalidade da inocência
8
9 meses ago

#Arquivo | Mataram a Cotovia: a fatalidade da inocência

Mataram a Cotovia é considerado um clássico da literatura norte-americana. Escrito em 1960, por Harper Lee, a obra materializa um retrato imensamente visual e fiel da sociedade americana durante a …
Read More

Em Todos os Sentidos: a complexidade da vida humana
7
11 meses ago

Em Todos os Sentidos: a complexidade da vida humana

Em Todos os Sentidos, de Lídia Jorge foi publicado em junho de 2020. A escritora portuguesa não se inibe de denunciar o egocentrismo tão característico da sociedade contemporânea.

Como não …
Read More

#Arquivo | Lolita: nada é uma coincidência
10
1 ano ago

#Arquivo | Lolita: nada é uma coincidência

Lolita foi lançado em 1955 e apresenta-se como uma narrativa desprovida de moralismo que cativa desde o começo pela sua qualidade artística. Após mais de meio século da sua publicação, …
Read More

Mulheres da minha alma: “o feminismo não se cala”
7
1 ano ago

Mulheres da minha alma: “o feminismo não se cala”

O feminismo é, como aludiu Viriginia Woolf, “a ideia radical de que as mulheres são pessoas”. Isabel Allende em Mulheres da Minha Alma, publicado em novembro de 2020, aborda muito …
Read More